INSTITUTO COM VOCAÇÃO INTERNACIONAL



Nos constituimos como um Instituto com vocação internacional no que tange a troca de informações e ações e a busca de meios para a promoção da Paz e do desenvolvimento sustentável da vida no planeta terra e a plena promoção do bem estar em nosso país - o que comprovam as premiações e os reconhecimentos nas esferas nacional e internacional frente à nossa permanente atuação eivada de Princípios Éticos, Profissionais em prol do Bem Comum .

Neste espaço estamos a registrar acontecimentos históricos que marcam a qualidade de vida digna em nosso planeta Terra:



Acordo de Paris

Hoje ocorre um dos raros momentos na cena Internacional, vários líderes de 171 países se reunem em vultosa cerimônia cediada na ONU (Organizações das Nações Unidas). Tal Acordo surgiu durante várias reuniões com temática única: o aumento da temperatura global e o crescente nível dos mares.

Países desenvolvides e subdesenvolvidos tem o compromisso de reduzir a emissão de dióxido de carbono e outros gases nocivos. Os países reunidos tem o período de cinco anos para se adequar as normativas do Acordo. A assinatura do Presidente francês François Holland foi a primeira a constar no Acordo, porém a Arábia Saudita, Iraque, Casaquistão e Nigéria não apresentaram iniciativa positiva. Os EUA se prontificaram a seguir tais normativas. O Acordo de Paris passará a vigorar assim que 55% das emissões globais aderindo a ele.Diversos líderes acreditam que o Acordo acontecerá antes da data prevista, prazo original determinado para 2020.

Vale relembrar outros Acordos e Conferências cediadas na ONU que permearam a temática Ambiental. Resaltando a "United Nations Conference on Sustainable Development" (Conferência das Naçôes Unidas sobre oDesenvolvimento Sustentável0, tambèm conhecida como Rio+20,ocorrida em julho de 2012. Pleiteava renovar o compromisso político a respeito do desenvolvimento sustentàvel. Outro exemplo é o Protocolo de Quioto resultou da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática, ocorreu em dezembro de 1997 em em Quioto, entrou em vigor em 16 de fevereiro de 2005. O Protocolo foi ratificado por 55 países que representavam 55% das emissões de gases do efeiro estufa durante o período de 1990.

O Acordo de Paris possui esses sucessores com idéias e ideologias que se assemelham.

O IFEC aposta que o Acordo de Paris será uma iniciativa acertiva perante outras medidas passadas e que possa celar a Paz Ambiental.